Todos os Campeões da Copa das Confederações

Crédito da Imagem: www.lancenet.com.br

.:: Copa das Confederações ::.
A Copa das Confederações ou Taça das Confederações é um torneio de futebol organizado pela FIFA entre selecções nacionais a cada quatro anos (a partir de 2005, anteriormente a cada dois anos). Os participantes são os seis campeões continentais mais o país-sede e o campeão mundial, perfazendo um total de oito países. É escolhida uma única selecção para cada continente, exceptuando a América, pois ela classifica duas selecções: a selecção campeã da “Copa Ouro”, cujo torneio é disputado entre a América do Norte, América Central e Caribe e a “Copa América”, disputada pelos países que compõem a América do Sul.

A primeira edição foi disputada na Arábia Saudita, em 1992 sendo chamada de Copa Rei Fahd. A terceira edição, também na Arábia Saudita, teve seu status incrementado, o número de países participantes aumentado para oito e o nome mudado para Copa das Confederações da FIFA. Em 2001 o torneio foi sediado pela Coreia do Sul e Japão como uma prévia para a Copa do Mundo de 2002. A partir de 2005 este precedente foi repetido antes de todas as Copa do Mundo (Alemanha, sediou a Copa das Confederações 2005, África do Sul – Copa das Confederações 2009 e Brasil – Copa das Confederações de 2013 e assim por diante), servindo para testar a preparação do país-anfitrião de cada Copa do Mundo e proporcionar competição à sua selecção nacional, uma vez que não disputa os torneios de qualificação.

A Copa das Confederações foi designada como uma competição da FIFA em dezembro de 1997, quando foi realizada em Riade, na Arábia Saudita. Antes disso, duas edições do torneio já haviam sido disputadas em Riade, em 1992 e 1995, ainda sob o nome de Campeonato Intercontinental.

Em 1992, a Argentina, então campeã sul-americana, tornou-se a primeira seleção a vencer o torneio. Os argentinos levaram a Riade um time com astros do porte de Batistuta, Redondo, Caniggia e Simeone e levaram a taça após vencerem o país-sede na decisão, mesmo diante de uma torcida local bastante entusiasmada. Os outros dois participantes do torneio naquele ano foram Estados Unidos e Costa do Marfim.

Em 1995, seis seleções participaram, e quem levou a taça foi a Dinamarca, com grandes atuações dos irmãos Michael e Brian Laudrup na vitória sobre a Argentina na decisão. México e Nigéria chegaram às semifinais, enquanto Japão e Arábia Saudita foram eliminados após perderem os dois jogos da fase de grupos.

Em 1997, o Brasil carimbou com autoridade a sua conquista, que veio de forma impressionante. Um dos principais objetivos para a realização do torneio ficou evidente com a chegada da Austrália à final, diante dos então tetracampeões do mundo.

Em 1999, o México mereceu o título após ser um dos dois selecionados que terminaram a fase de grupos invictos. O fator local, é claro, pesou: em casa, o México não era vencido há 18 anos. O Brasil correspondeu às expectativas, levando ao torneio uma série de jovens jogadores fora de série. A competição também testemunhou um padrão de grandes goleiros raramente visto em um único torneio, com arqueiros do nível de Keller (EUA), Campos (MEX), Dida (BRA) e Utting (NZL). Houve também algumas surpresas, como a Arábia Saudita, que se recuperou após sofrer 5 a 1 do México na estreia e chegou às semifinais depois de golear o Egito pelo mesmo placard, em um clássico do futebol árabe. Os Estados Unidos bateram a poderosa Alemanha e por pouco não chegaram à final, após perderem do México na prorrogação, com “gol de ouro” do artilheiro Blanco. A Nova Zelândia foi para casa feliz por encarar Alemanha e Estados Unidos de igual para igual.

No Coreia/Japão 2001, uma multidão de 65 mil pessoas viu a campeã do mundo França vencer os anfitriões japoneses na final por 1 a 0, ganhar o torneio e chegar à impressionante marca de três grandes títulos em um intervalo de apenas quatro anos. Mas os franceses tiveram de se segurar na defesa no segundo tempo, quando o Japão veio para cima em busca do empate.

Em 2003, a França, campeã europeia, sediou a Copa das Confederações da FIFA. Três estádios que receberam jogos da Copa do Mundo de 1998 foram as sedes: Stade de France, Stade de Gerland e Stade Geoffroy-Guichard. O Brasil voltou para casa mais cedo, ao cair ainda na fase de grupos em uma chave difícil, contra Camarões, Turquia e Estados Unidos. Os anfitriões, recuperados do mau desempenho no Mundial de 2002, foram campeões na sua chave. A Turquia consolidou o crescimento como uma potência do futebol mundial e por pouco não chegou à final da competição. O torneio foi ofuscado pela trágica morte do camaronês Marc-Vivien Foé.6 Os companheiros dele acabariam perdendo por um triz a emocionante final diante da também abalada França.

Apesar da ausência do supercraque e artilheiro Ronaldo na Copa das Confederações da FIFA 2005, o Brasil brilhou em uma grande final contra a rival Argentina, ganhando o título pela segunda vez na história. Adriano recebeu o merecido reconhecimento como um grande jogador, ganhando tanto a Bola de Ouro como a Chuteira de Ouro da adidas. Embora a derrota na decisão tenha sido dura para a Argentina, o desempenho e as qualidades demonstradas pelo craque Riquelme lhe renderam a Bola de Prata. A competição também demonstrou que a Alemanha estava bem preparada para sediar a Copa do Mundo da FIFA de 2006 e apresentou ao mundo um novo plantel — especialmente os promissores Podolski e Schweinsteiger — que, comandado pelo técnico e ídolo Jürgen Klinsmann, conquistou o terceiro lugar em uma emocionante prorrogação contra o México.

Em 2009, pela primeira vez na história, a Copa das Confederações da FIFA ocorreu em solo africano. A África do Sul provou ser capaz de sediar a Copa do Mundo FIFA de 2010 e, de forma impressionante, apresentou algumas das cidades-sede para o Mundial: Joanesburgo, Rustemburgo, Mangaung/Bloemfontein e Tshwane/Pretória. O emocionante torneio na África do Sul terminou com uma ótima final reunindo Brasil e Estados Unidos em Joanesburgo. Com uma vitória por 3 a 2, os brasileiros conquistaram a taça pela terceira vez.

Em 2013, a Copa das Confederações foi para o Brasil. O torneio expôs problemas de infraestrutura nas seis cidades-sede, e foi marcado por uma série de protestos que haviam se iniciado pouco antes da competição em reclamação ao aumento das passagens no transporte público, descaso à educação e à saúde em detrimento da concentração exagerada de impostos destinados à Copa, ao Estado de exceção com entrega de poderes ilimitados à FIFA e despejo em massa de moradores das áreas dos novos estádios e do entorno dos já construídos. Apesar disso os estádios foram elogiados pela imprensa, e o nível esportivo foi considerado bom, segundo pesquisas duvidosas. Os anfitriões brasileiros, liderados pelos artilheiros Neymar e Fred, conquistaram seu terceiro título consecutivo, quarto ao total, com um 3 a 0 diante da campeã mundial Espanha. (Fonte: wikipedia.org)


.:: Os Campeões – The Champions ::.
Todos os Campeões da Copa das Confederações
Ano País Sede Campeão Vice 3º Lugar P
2013 Brasil Brasil Espanha Itália 8
2009 África do Sul Brasil Estados Unidos Espanha 8
2005 Alemanha Brasil Argentina Alemanha 8
2003 França França Camarões Turquia 8
2001 Coréia/Japão França Japão Austrália 8
1999 México México Brasil Estados Unidos 8
1997 Arábia Saudita Brasil Austrália Rep. Tcheca 8
1995 Arábia Saudita Dinamarca Argentina México 6
1992 Arábia Saudita Argentina Arábia Saudita Estados Unidos 4
# Em 1992 e 1995 A Copa das Confederações Chamou-se Copa Rei Fahad.
# A partir de 1997 a Copa das Confederações passou a chancela da Fifa.
# A partir de 2001 a Copa das Confederações passou a ser disputada no país anfitrião da Copa do Mundo como um evento teste para o Mundial, exceto a de 2003 na França;

.:: Os Artilheiros – Top Scorers ::.
Todos os Goleadores da Copa das Confederações
Ano País Sede Artilheiro Gols Jogos
2013 Brasil Frederico Chaves Guedes “FRED” (Brasil)
Fernando José TORRES (Espanha)
5
5
5
5
2009 África do Sul LUÍS FABIANO Clemente (Brasil) 5 5
2005 Alemanha ADRIANO “Imperador” Leite Ribeiro (Brasil) 5 5
2003 França Thierry Daniel HENRY (França) 4 5
2001 Coréia/Japão Takayuki SUZUKI (Japão)
Hwang Sun-Hong (Coréia do Sul)
Shaun Peter MURPHY (Austrália)
Eric CARRIÉRE (França)
Patrick Donalé VIEIRA (França)
Robert Emmanuel PIRÉS (França)
Sylvain WILTORD (França)
2
2
2
2
2
2
2
3
3
3
4
5
5
5
1999 México Marzouq Al-Otaibi (Arábia Saudita)
Ronaldo de Assis “RONALDINHO” (Brasil)
Cuauhtémoc BLANCO Bravo (México)
6
6
6
3
5
5
1997 Arábia Saudita ROMÁRIO de Souza Faria (Brasil) 7 4
1995 Arábia Saudita Luis GARCÍA Postigo (México) 3 3
1992 Arábia Saudita Gabriel Omar BATISTUTA (Argentina)
Bruce MURRAY (Estados Unidos)
2
2
2
2

.:: As Finais – The Finals ::.
Todas as Finais da Copa das Confederações
Data Cidade Estádio Final
30/06/2013 Rio de Janeiro/RJ Maracanã Brasil 3 x 0 Espanha
28/06/2009 Johannesburgo (AFS) Ellis Park Brasil 3 x 2 Estados Unidos
29/06/2005 Frankfurt (ALE) Commerzbank Brasil 4 x 1 Argentina
29/06/2003 Saint-Denis (FRA) Stade de France França 1 x 0 Camarões
10/06/2001 Yokohama (JAP) Internacional França 1 x 0 Japão
04/08/1999 Cidade do México Azteca México 4 x 3 Brasil
21/12/1997 Riad (ASA) Rei Fahad Brasil 6 x 0 Austrália
13/01/1995 Riad (ASA) Rei Fahad Dinamarca 2 x 0 Argentina
20/10/1992 Riad (ASA) Rei Fahad Argentina 3 x 1 Arábia Saudita
# Para acessar as escalações clique no placar de cada jogo;

.:: Premiação – Award ::.
Todo os Ganhadores da Bola e Chueteia de Ouro da Copa das Confederações
Bola de Ouro Chuteira de Ouro
2013 Ouro: Neymar (Brasil)
Prata: Andrés Iniesta (Espanha)
Bronze: Paulinho (Brasil)
Ouro: Fernando Torres (Espanha)
Prata: Fred (Brasil)
Bronze: Neymar (Brasil)

2009 Ouro: Kaká (Brasil)
Prata: Luis Fabiano (Brasil)
Bronze: Clint Dempsey (EUA)
Ouro: Luis Fabiano (Brasil)
Prata: Fernando Torres (Espanha)
Bronze: David Villa (Espanha)

2005 Ouro: Adriano Imperador (Brasil)
Prata: Juan Riquelme (Argenrina)
Bronze: Ronaldinho Gaúcho (Brasil)
Ouro: Adriano Imperador (Brasil)
Prata: Michael Ballack (Alemanha)
Bronze: John Aloisi (Austrália)

2003 Ouro: Thierry Henry (França)
Prata: Tuncay Şanlı (Turquia)
Bronze: Marc-Vivien Foé (Camarões)
Ouro: Thierry Henry (França)
Prata: Tuncay Şanlı (Turquia)
Bronze: Shunsuke Nakamura (Japão)

2001 Ouro: Robert Pirès (França)
Prata: Patrick Vieira (França)
Bronze: Hidetoshi Nakata (Japão)
Ouro: Robert Pirès (França)
Prata: Éric Carrière (França)
Bronze: Hwang Sun-Hong (Coréia)

1999 Ouro: Ronaldinho Gaúcho (Brasil)
Prata: Cuauhtémoc Blanco (México)
Bronze: Al-Otaibi (Arábia Saudita)
Ouro: Ronaldinho Gaúcho (Brasil)
Prata: Cuauhtémoc Blanco (México)
Bronze: Al-Otaibi (Arábia Saudita)

1997 Ouro: Denilson (Brasil)
Prata: Romário (Brasil)
Bronze: Vladimír Šmicer (Rep. Tcheca)
Ouro: Romário (Brasil)
Prata: Vladimír Šmicer (Rep. Tcheca)
Bronze: Ronaldo Nazário (Brasil)
# A Bola de Ouro é um prêmio dado, pela FIFA, ao melhor jogador da Copa das Confederações;
# A Chuteira de Ouro é um prêmio dado, pela FIFA, ao artilheiro da Copa das Confederações;
# Em 1992 e 1995 não houve preniação nesses torneios;

.:: Todos os Participantes ::.
Todos os Participantes da Copa das Confederações
1992 1995 1997 1999 2001
Arábia Saudita Arábia Saudita Arábia Saudita Arábia Saudita Austrália
Argentina Argentina África do Sul Alemanha Brasil
Costa do Marfim Dinamarca Austrália Bolívia Canadá
Estados Unidos Japão Brasil Brasil Camarões
México Emirados Árabes Egito Coréia do Sul
Nigéria México Estados Unidos França
Rep. Tcheca México Japão
Uruguai Nova Zelândia México
2003 2005 2009 2013 2017
Brasil Alemanha África do Sul Brasil Rússia
Camarões Argentina Itália Espanha Alemanha
Colômbia Austrália Estados Unidos Itália Chile
Estados Unidos Brasil Brasil Japão Copa Ouro
França Grécia Iraque México Eurocopa
Japão Japão Egito Nigéria Copa daÁsia
Nova Zelândia México Espanha Tahiti Copa África
Turquia Tunísia Nova Zelândia Uruguai Copa da Oceania
# O Brasil não participou dos torneios de 1992 e 1995;

.:: Classificação Geral ::.
Classificação Geral da Copa das Confederações
Seleções Pts Jgs Vit Emp Der GP GC S P
Brasil (Brazil) 73 33 23 5 5 78 28 50 7
México (Mexico) 32 22 9 5 8 36 33 3 6
França (France) 27 10 9 0 1 24 5 19 2
Espanha (Spain) 22 10 7 1 2 26 8 18 2
Estados Unidos (USA) 19 15 6 1 8 20 20 0 4
Argentina (Argentina) 18 10 5 3 2 22 14 8 3
Japão (Japan) 17 16 5 2 9 19 25 -6 5
Austrália (Australia) 16 13 5 1 7 13 20 -7 3
Uruguai (Uruguay) 15 9 5 0 4 20 11 9 2
10º Alemanha (Germany) 13 8 4 1 3 17 17 0 2
11º Camarões (Cameroon) 13 8 4 1 3 5 5 0 2
12º Arábia Saudita (Saudi Arabia) 10 12 3 1 8 13 31 -18 4
13º Itália (Italy) 9 6 3 0 3 11 13 -2 2
14º Nigéria (Nigeria) 8 6 2 2 2 11 7 4 2
15º Dinamarca (Denmark) 7 3 2 1 0 5 1 4 1
16º Rep. Tcheca (Czech Republic) 7 5 2 1 2 10 7 3 1
17º Turquia (Turkey) 7 3 2 1 2 8 8 0 1
18º Coréia do Sul (Korea Republic) 6 3 2 0 1 3 6 -3 1
19º Colômbia (Colombia) 6 5 2 0 3 5 5 0 1
20º Egito (Egypt) 5 6 1 2 3 9 16 -7 2
21º África do Sul (South Africa) 5 8 1 2 5 9 13 -4 2
22º Tunísia (Tunisia) 3 3 1 0 2 3 5 -2 1
23º Emirados Árabes (UAE) 3 3 1 0 2 2 8 -6 1
24º Bolívia (Bolivia) 2 3 0 2 1 2 3 -1 1
25º Iraque (Iraq) 2 3 0 2 1 0 1 -1 1
26º Grécia (Greece) 1 3 0 1 2 0 4 -4 1
27º Canadá (Canada) 1 3 0 1 2 0 5 -5 1
28º Nova Zelândia (New Zealand) 1 9 0 1 8 2 24 -22 3
29º Costa do Marfim (Cóte d’Ivoire) 0 2 0 0 2 2 9 -7 1
30º Taiti (Tahiti) 0 3 0 0 3 1 24 -23 1
#
#
#
Atualizado até a Copa das Confederações de 2013, no Brasil;
Fonte de Pesquisa: www.rsssf.com/FIFA/Confederations-Cup
Documentos do Torneio: www.fifa.com/copa-das-conderacoes.pdf

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.


Todos oa Campeões da Copa América


.:: Copa América ::.

A Copa América ou Taça América é a principal competição entre seleções de futebol dos países da Confederação Sul-Americana de Futebol, CONMEBOL.
As seleções que normalmente participam são: Brasil, Argentina, Bolívia, Uruguai, Chile, Paraguai, Colômbia, Peru, Equador e Venezuela. Desde 1993, outras seleções de outras Federações são convidadas para participar em cada edição, tais como: México, Costa Rica, Honduras, Estados Unidos e até mesmo o Japão.
Troféu da Copa América: A Copa América, nome da taça dada ao vencedor da competição, foi doada à Conmebol pelo Ministério das Relações Exteriores da Argentina em 1916. A taça foi obtida em uma joalheria de Buenos Aires e custou 3.000 francos suíços na época. A taça é ornada em prata, com uma base de madeira que contém várias placas com os anos em que foram disputadas as competições e seus respectivos campeões. (Fonte: ca2011.com)
Campeonato Sulamericano de Futebol
Ano Sede Campeão Vice Treinador Campeão
1916 Argentina Uruguai Argentina Alfredo Foglino
1917 Uruguai Uruguai Argentina Ramón Platero
1919 Brasil Brasil Uruguai Haroldo Domingues
1920 Chile Uruguai Argentina Ernesto Fígoli
1921 Argentina Argentina Brasil Pedro Calomino
1922 Brasil Brasil Paraguai Laís
1923 Uruguai Uruguai Argentina Leonardo de Lucca
1924 Uruguai Uruguai Argentina Ernesto Meliante
1925 Argentina Argentina Brasil Américo Tesoriere
1926 Chile Uruguai Argentina Ernesto Fígoli
1927 Peru Argentina Uruguai José Lago Millón
1929 Argentina Argentina Paraguai Fransisco Olazar
1935 Peru Uruguai Argentina Raúl Blanco
1937 Argentina Argentina Brasil Manuel Seoane
1939 Peru Peru Uruguai Jack Greenwell (ING)
1941 Chile Argentina Uruguai Guillermo Stábile
1942 Uruguai Uruguai Argentina Pedro Cea
1945 Chile Argentina Brasil Guillermo Stábile
1946 Argentina Argentina Brasil Guillermo Stábile
1947 Equador Argentina Paraguai Guillermo Stábile
1949 Brasil Brasil Paraguai Flavio Costa
1953 Peru Paraguai Brasil Fleitas Solich
1955 Chile Argentina Chile Guillermo Stábile
1956 Uruguai Uruguai Chile Hugo Bagnulo
1957 Peru Argentina Brasil Guillermo Stábile
1959 Argentina Argentina Brasil Victorio Spinetto
1959 Equador Uruguai Argentina Juan Carlos Corazzo
1963 Bolivia Bolívia Paraguai Danilo Alvim (BRA)
1967 Uruguai Uruguai Argentina Juan Carlos Corazzo
Copa América
Ano Sede Campeão Vice Treinador Campeão
1975 Sem Sede Peru Colômbia Marcos Calderón
1979 Sem Sede Parauguai Chile Ranulfo Miranda
1983 Sem Sede Uruguai Brasil Omar Borrás
1987 Argentina Uruguai Chile Roberto Fleitas
1989 Brasil Brasil Uruguai Sebastião Lazaroni
1991 Chile Argentina Brasil Alfio Basile
1993 Equador Argentina México Alfio Basile
1995 Uruguai Uruguai Brasil Héctor Núñez
1997 Bolívia Brasil Bolíva Zagallo
1999 Paraguai Brasil Uruguai V. Luxemburgo
2001 Colômbia Colômbia México Francisco Maturana
2004 Peru Brasil Argentina C.A. Parreira
2007 Venezuela Brasil Argentina Dunga
2011 Argentina Uruguai Paraguai Óscar Tabárez (URU)
2015 Chile Chile Argentina Jorge Sampaoli (ARG)
2016 EUA Indefinido Indefinido Indefinido
2019 Brasil Indefinido Indefinido Indefinido
2023 Colômbia Indefinido Indefinido Indefinido
# de 1916 à 1967 o torneio chamou-se: Campeonato Sulamericano de Futebol. A partir de 1975 levou o atual nome de Copa América.
# Nos torneios de 1975, 1979 e 1983 os Campeões dos torneios de 1967, 1975 e 1979 não participaram da 1ª Fase e entraram na Semifinal.
# Nos torneios de 1975, 1979 e 1983 não houve uma sede fixa. Oa jogos eram realizados no sistema de ida e volta.
# O Brasil não participou nos totnrios de: 1924, 1926, 1927, 1929, 1935, 1939,1941, 1947, 1955 e 1967
# O Comitê Executivo da Conmebol se reuniu nesta quarta-feira (23/10/2012) e bateu o martelo pela realização de uma Copa América extra, em julho de 2016, para comemorar os 100 anos da entidade que comanda o futebol sul-americano. O torneio, por conta disso, será chamado de Copa América Centenário.

.:: Principais Artilheiros ::.

Artilheiros da Copa América desde 1916
Ano Sede Artilheiro Seleção Gols
1916 Argentina Isabelino Gradín Uruguai 3
1917 Uruguai Ángel Romano Uruguai 4
1919 Brasil Arthur Friedenreich Brasil 4
Manuel Neco Brasil 4
1920 Chile José Pérez Uruguai 3
Ángel Romano, Uruguai 3
1921 Argentina Julio Libonatti Argentina 3
1922 Brasil Julio Francia Argentina 4
1923 Uruguai Valdino Aguirre Argentina 3
Pedro Petrone Uruguai 3
1924 Uruguai Pedro Petrone Uruguai 4
1925 Argentina Manuel Seoane Argentina 6
1926 Chile David Arellano Chile 7
Alfredo Carricaberry Argentina 7
Segundo Luna Argentina 7
1927 Peru Roberto Figueroa Uruguai 3
Pedro Petrone Uruguai 3
Héctor Scarone Uruguai 3
1929 Argentina Aurelio Ramón González Paraguai 5
1935 Peru Herminio Masantonio Argentina 4
1937 Argentina Raúl Toro Chile 7
1939 Peru Teodoro Fernández Peru 7
1941 Chile Juan Marvezzi Argentina 5
1942 Uruguai Herminio Masantonio Argentina 7
José Manuel Moreno Argentina 7
1945 Chile Heleno de Freitas Brasil 6
Norberto Méndez Argentina 6
1946 Argentina José María Medina Uruguai 7
1947 Equador Nicolás Falero Uruguai 8
1949 Brasil Jair Rosa Pinto Brasil 9
1953 Peru Francisco Molina Chile 7
1955 Chile Rodolfo Micheli Argentina 8
1956 Uruguai Enrique Hormazábal Chile 4
1957 Peru Humberto Maschio Argentina 9
Javier Ambrois Uruguai 9
1959 Argentina Pelé Brasil 8
1959 Equador José Sanfilippo Argentina 6
1963 Bolivia Carlos Alberto Raffo Equador 6
1967 Uruguai Luis Artime Argentina 4
Copa América
Ano Sede Artilheiro Seleção Gols
1975 Sem Sede Leopoldo Jacinto LUQUE
José Ernesto DÍAZ
Argentina
Colômbia
5
5
1979 Sem Sede Jorge PEREDO
Felix EUGENIO MOREL Bogado
Chile
Paraguai
4
4
1983 Sem Sede Carlos ROBERTO de Oliveira “DINAMITE”
Jorge Luis BURRUCHAGA
Carlos Alberto AGUILERA
Brasil
Argentina
Uruguai
3
3
3
1987 Argentina Arnoldo Alberto IGUARÁN Colômbia 4
1989 Brasil José Roberto Gama de Oliveira “BEBETO” Brasil 6
1991 Chile Gabriel Omar BATISTUTA Argentina 6
1993 Equador José Luis DOLGETTA Venezuela 4
1995 Uruguai Gabriel Omar BATISTUTA
Luis GARCÍA Postigo
Argentina
México
4
4
1997 Bolívia LUIS Arturo HERNÁNDEZ Carreón México 6
1999 Paraguai RIVALDO Vítor Borba Ferreira
RONALDO Luiz Nazário de Lima “FENÔMENO”
Brasil
Brasil
5
5
2001 Colômbia Víctor Hugo ARISTIZÁBAL Posada Colômbia 6
2004 Peru ADRIANO Leite Ribeiro “IMPERADOR” Brasil 7
2007 Venezuela Róbson de Souza “ROBINHO” Brasil 6
2011 Argentina José PAOLO GUERRERO Gonzales Peru 5
2015 Chile EDUARDO Jesús VARGAS Rojas
José PAOLO GUERRERO Gonzales
Chile
Peru
4
4
# Atualizado até a Copa América de 2015.

.:: Recordistas ::.

Os Recordistas da Copa América
Recordistas de Gols Recordistas de Jogos
Atleta UF Gols Atleta UF Jogos
• Zizinho BRA 17 • Sergio Livingstone CHI 34
• Norberto Méndez ARG 17 • Zizinho BRA 33
• Severino Varela URU 15 • Víctor Agustín Ugarte BOL 30
• Teodoro Fernández PER 15 • Leonel Álvarez COL 27
• Gabriel Batistuta ARG 13 • Carlos Valderrama COL 27
• José Manuel Moreno ARG 13 • Carlos Sánchez COL 25
• Jair Rosa Pinto BRA 13 • Cláudio Taffarel BRA 25
• Ademir Menezes BRA 13 • José Bustamante BOL 24
• Héctor Scarone URU 13 • Teodoro Fernández PER 24
• Roberto Porta URU 12 • Cornelio Heredia PER 24
• Ángel Romano URU 12 • Alberto Achá BOL 24
• Herminio Masantonio ARG 11 • Carlos Borja BOL 23
• Didi BRA 11 • Ángel Romano URU 23
• Javier Ambrois URU 10 • Guillermo Delgado PER 22
• Ángel Labruna ARG 10 • Djalma Santos BRA 22
• Ronaldo “Femômeno” BRA 10 • René Higuita COL 22
• Enrique Hormazábal CHI 10 • José Milton Melgar BOL 22
# Atualizado até a Copa América de 2015.

.:: Curiosidades ::.

# Em 1910, aconteceu a primeira competição internacional na América do Sul com mais de dois participantes. A Copa Centenario Revolución de Mayo 1910 contou com Chile, Uruguai e a campeã e anfitriã Argentina. A Conmebol, no entanto, não reconhece esse torneio como Copa América.
# A primeira edição da Copa América aconteceu em 1916 e foi uma comemoração do Centenário da Independência da Argentina. Nesse ano, foi criada também a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL).
# Criada como Campeonato Sul-Americano de Futebol a ideia inicial era de que fosse disputada todos os anos. Isso ocorreu em 1916 e 1917, mas, no ano seguinte, houve uma epidemia de gripe no Brasil, que seria o país sede, e a competição foi transferida para 1919, a competição ficou com esse nome até 1967. A partir de 1975, o torneio passou a ser chamado de Copa América, sendo somente três edições da Copa América não tiveram sedes. Nos anos de 1975, 1979 e 1983 os jogos aconteceram no sistema ida e volta, sem sede fixa.
# O troféu da Copa América, feito de prata, com base de madeira, foi comprado em uma joalheria em Buenos Aires, em 1917. Ele mede 75 centímetros de altura, 30 de diâmetro, pesa 9 kg e custou, na época, 3.000 francos.
# O primeiro gol da Copa América foi feito por um uruguaio: José Piendibene marcou na vitória sobre o Chile por 4 a 0, em 1916. “The Master”, como era conhecido, ficou famoso jogando no Peñarol.
# A Argentina é o país que mais organizou Copa América na história, sendo o país com mais vice-campeonatos: 12 no total. o Brasil (11 vezes vice). O Uruguai já foi 6 vezes o segundo colocado. Buenos Aires, junto a Montevidéu, são as cidades com mais jogos disputados: 83 no total.
# A seleção Argentina possui o melhor aproveitamento entre os 15 países que já disputaram o torneio, possuindo 14 titulos e 12 vice-campeonatos da Copa América, é o país que mais possui vitórias na Copa América: são 111 vitórias em 173 partidas disputadas. conquistandou 70% dos pontos disputados, sendo o Brasil o segundo (63%), seguido pelo Uruguai (61%). A seleção Argentina é dona das duas maiores goleadas da história da Copa América, em 1942 por 12 x 0 no Equador, e em 1975, vitória por 11 x 0 sobre a Venezuela. A seleção argentina possui o melhor ataque na história do torneio, com 422 gols.
# Juan Marvezzi e José Manuel Moreno são os argentinos que marcaram mais vezes em uma única partida de Copa América: cinco gols. Marvezi fez cinco na goleada de 6 x 1 sobre o Equador, em 1941. Já Moreno marcou 5 gols na vitória por 12 x 0 sobre o Equador, em 1942.
# O árbitro que mais apitou partidas na história da Copa América foi o argentino José Bartolomé Macías, com 25 jogos durante a década de 1930.
# O estádio Nacional é o estádio que mais sediou partidas de Copa América: 68 jogos. O segundo lugar é do estádio Centenário, de Montevidéu, Uruguai, com 65 partidas. O chileno, Enrique Hormazábal, foi o autor do histórico gol 1000 da Copa América. Foi na vitória de 7 x 1 sobre o Equador, em 1955.
# A edição de 1925 foi a que teve o menor número de seleções participantes, com apenas três países: Argentina, Brasil e Paraguai. O formato encontrado na época foi jogos entre si em turno e returno e a Argentina sagrou-se campeã. A edição com o maior média de gols foi a de 1937, no Peru. Sendo marcados 37 gols em seis partidas jogadas, média de 6,17 gols por partida. Naquele ano, a Argentina terminou campeã e o artilheiro foi um uruguaio, Norberto Figueroa, com 4 gols.
# O Japão foi a única seleção fora do continente americano a ser convidada a participar da Copa América. Os japoneses disputaram o torneio em 1999, naquela edição, os japoneses perderam para Peru e Paraguai e empataram com a Bolívia.Atsuhiro Miura é o único japonês que marcou gol na história da Copa América, sendo que dos três gols assinalados pelo Japão, dois foram marcados pelo brasileiro Wagner Lopes (um contra a Bolívia e outro contra o Peru;
# Entre as seleções convidadas que já jogaram a Copa América, a mexicana é aquela com a melhor campanha, com duas finais disputadas, cinco semifinais e duas quartas-de-final em 8 edições disputadas. Logo na primeira participação em 1993,chega a final com derrota para Argentina por 2 x 1. A maior goleada mexicana é sobre o Paraguai por 6 x 0 na Copa América de 2007. Claudio Suárez é o mexicano que mais jogou a Copa América. Foram 22 partidas nas edições de 1995, 1997, 1999 e 2004.
# O Uruguai é a seleção que mais participou da Copa América. A Celeste esteve presente em 41 das 43 edições do torneio de seleções mais antigo do mundo com 189 jogos em 41 edições. A Argentina vem na segunda posição (173), seguida por Brasil (167). O Uruguai é o segundo país que mais sediou a Copa América, no total de sete edições (1917, 1923, 1924, 1942, 1956, 1967 e 1995). O jogador uruguaio com mais partidas pela Copa América é Ángel Romano, com 23 partidas nas edições de 1916, 1917, 1919, 1920, 1921, 1922, 1924 e 1926.
# A Venezuela é o país da Conmebol que menos participou da Copa América, participando de apenas 14 edições. Entre os convidados, Honduras e Japão jogaram uma só vez.
# Com 17 gols marcados, o brasileiro Zizinho é o maior de todas as edições de Copa América, empatado com o argentino Norberto Méndez.
# O atacante Evaristo de Macedo obtém o recorde brasileiro de gols em uma única partida de Copa América: cinco gols. O jogo foi contra Colômbia, em 1957, e terminou 9 x 0 para a seleção brasileira.
# O Brasil ficou 40 anos sem conquistar uma Copa América. O país ganhou em 1949 e só foi levantar a taça novamente em 1989. A seleção brasileira venceu o Uruguai por 1 x 0, com gol de Romário. A final aconteceu exatamente 49 anos depois da final Copa do Mundo de 1950, no dia dia 16 de julho, no mesmo estádio, o Maracanã.
# O Rei Pelé disputou somente uma edição da Copa América, em 1959, sendo artilheiro do torneio, com oito gols, mas acabou como vice-campeão. A Argentina foi a campeã.
# Na semifinal da Copa América de 1987, o Chile goleou o Brasil por 4 x 0, na maior vitória sobre a seleção canarinho. Aquela foi a última edição em que o Chile chegou à final.
# O argentino Norberto Méndez e o brasileiro Zizinho são os maiores artilheiros da história da Copa América. Cada um marcou 17 gols.
# O recorde de artilharia em uma única edição de Copa América é de 9 gols marcados.Três nomes dividem o topo: Jair Rosa Pinto (Brasil, em 1949); Humberto Maschio (Argentina, em 1957); e Ambrois (Uruguai, também em 1957.
@ Fonte: http://pt.wikipedia.org/

Copa Pelé de Masters


.:: Copa Pelé de Masters ::.
.:: Mundialito de Seniors ::.

A Copa Pelé foi um mundialito (mini-mundial) de futebol de masters disputado entre o final da década de 80 e metade da década de 90. Os masters ou seniors eram jogadores geralmente de idade acima de 35 anos e que já não jogavam mais futebol profissionalmente. Em 1990 o termo seniors foi modificado para masters. A edição de 1991 foi organizada pela TV Bandeirantes. Em 1993 foi organizado pela “International Federation of Master Football”. A primeira edição da Copa teve como convidado o próprio Pelé, que jogou alguns minutos pela Seleção Brasileira. O técnico da seleção de masters era o narrador esportivo Luciano do Valle.
• As duas primeiras edições foram chamadas Mundialito de Seniors, ou Copa Pelé. A terceira foi chamada de Copa do Craque de Masters, ou Copa Zico. Por fim, as duas últimas foram chamadas Copa do Mundo de Masters.

Campeões da Copa Masters
Ano País Sede Campeão Vice
1987
1988
1989
1990
1991
1992
1993
1994
1995
• Brasil
• Não Houve Disputa
• Brasil
• Brasil
• Estados Unidos
• Não Houve Disputa
• Áustria e Itália
• Não Houve Disputa
• Áustria
• Argentina
• Não Houve Disputa
• Brasil
• Brasil
• Brasil
• Não Houve Disputa
• Itália
• Não Houve Disputa
• Brasil
• Brasil
• Não Houve Disputa
• Uruguai
• Holanda
• Argentina
• Não Houve Disputa
• Áustria
• Não Houve Disputa
• Argentina

Resultados das Finais
Data Local Campeão Placar Vice
18/01/1987
02/02/1989
24/01/1990
27/01/1991
11/07/1993
02/07/1995
São Paulo/SP
São Paulo/SP
São Paulo/SP
Miami/EUA
Trieste/ITA
Klagenfurt/AUT
Argentina
Brasil
Brasil
Brasil
Itália
Brasil
1 x 0
4 x 2
5 x 0
2 x 1
2 x 0
1 x 1
Brasil
Uruguai
Holanda
Argentina
Áustria
Argenrina

8-) Em 1985 o Brasil venceu a Argentina nas penalidades por 3 x 2;
8-) Não houve disputa em 1988, 1992 e 1994.

Torneio Teresa Herrera


.:: Taça Teresa Herrera ::.

O Torneio Tereza Herrera é um tradicional torneio de verão espanhol disputado em La Coruña, foi criada em 1946 para arrecadar fundos para o Hospital de Dolores, fundado no final do século XVIII por Teresa Margarita Herrera y Posada.
O Troféu Teresa Herrera é um torneio de futebol de caráter amistoso que, desde 1946, é realizado na cidade de Corunha, na Espanha. É um dos torneios mais populares do mundo, devido a grandiosidade dos clubes que o disputam. Os jogos são disputados no Estádio Riazor durante dois dias, normalmente da segunda quinzena do mês de agosto. O Deportivo La Coruña é o clube mandante dos jogos, sempre participando da edições do torneio.
Em seu regulamento, torneio é disputado por quatro equipes. São divididos em duas chaves de dois, formando duas semi-finais. Os vencedores disputam a final.
Troféus Teresa Herrera
1946 2º Troféu 1950 1962 1995
:) Crédito das Imagens: http://www.canaldeportivo.com/Teresa-Herrera
Todos os Campeões
Ano Campeão Placar Vice
69ª 2014 Deportivo La Coruña/ESP 1 x 0 Sporting Gijón/ESP
68ª 2013 Real Madrid/ESP 4 x 0 Deportivo La Coruña/ESP
67ª 2012 Deportivo La Coruña/ESP (4)2 x 2(3) Atlético de Madrid/ESP
66ª 2011 Sevilla CF/ESP (4)1 x 1(3) Deportivo La Coruña/ESP
65ª 2010 Newcastle United/ING (5)0 x 0(3) Deportivo La Coruña/ESP
64ª 2009 Atlético de Madrid/ESP (4)1 x 1(3) Deportivo La Coruña/ESP
63ª 2008 Deportivo La Coruña/ESP 2 x1 Atlético de Madrid/ESP
62ª 2007 Deportivo La Coruña/ESP 2 x 1 Real Madrid/ESP
61ª 2006 Deportivo La Coruña/ESP 3 x1 AC Milan/ITA
60ª 2005 Deportivo La Coruña/ESP (*) CA Nacional/URU
59ª 2004 Deportivo La Coruña/ESP 3 x 1 Atlético de Madrid/ESP
58ª 2003 Deportivo La Coruña/ESP (*) Club America/MEX
57ª 2002 Deportivo La Coruña/ESP 1 x 0 Cruz Azul/MEX
56ª 2001 Deportivo La Coruña/ESP 2 x 1 Real Madrid/ESP
55ª 2000 Deportivo La Coruña/ESP (4)2 x 2(3) SS Lazio/ITA
54ª 1999 Celta de Vigo/ESP 1 x 0 CA Boca Juniors/ARG
53ª 1998 Deportivo La Coruña/ESP 2 x 0 SS Lazio/ITA
52ª 1997 Deportivo La Coruña/ESP (?)2 x 2(?) PSV Eindhoven/HOL
51ª 1996 Botafogo/BRA (3)4 x 4(0) Juventus/ITA
50ª 1995 Deportivo La Coruña/ESP 2 x 0 Real Madrid/ESP
49ª 1994 Real Madrid/ESP 1 x 0 Deportivo La Coruña/ESP
48ª 1993 FC Barcelona/ESP 1 x 0 São Paulo/BRA
47ª 1992 São Paulo/BRA 4 x 1 FC Barcelona/ESP
46ª 1991 FC Porto/POR 1 x 0 Deportivo La Coruña/ESP
45ª 1990 FC Barcelona/ESP 2 x 0 SL Benfica/POR
44ª 1989 Bayern München/ALE 4 x1 Steaua Bucuresti/ROM
43ª 1988 PSV Eindhoven/HOL 3 x 1 Atletico de Madrid/ESP
42ª 1987 SL Benfica/POR (?)1 x 1(?) Deportivo La Coruña/ESP
41ª 1986 Atletico de Madrid/ESP 1 x 0 Santos FC/BRA
40ª 1985 Atletico de Madrid/ESP 1 x 0 FC Porto/POR
39ª 1984 AS Roma/ITA (?)2 x 2(?) Vasco da Gama/BRA
38ª 1983 Athletic Bilbao/ESP 1 x 0 CA Peñarol/URU
37ª 1982 Dinamo Kiev/URSS 4 x 1 FC Barcelona/ESP
36ª 1981 SE Palmeiras/BRA 1 x 0 Atletico de Madrid/ESP
35ª 1980 Real Madrid/ESP 3 x 1 Sporting Gijón/ESP
34ª 1979 Real Madrid/ESP 1 x 0 Sporting Gijón/ESP
33ª 1978 Real Madrid/ESP 2 x 0 CR Flamengo/BRA
32ª 1977 Fluminense FC/BRA 4 X 1 Dukla Praga/TCH
31ª 1976 Real Madrid/ESP 2 x 0 Cruzeiro/BRA
30ª 1975 CA Peñarol/URU (?)3 x 3(?) Cruzeiro/BRA
29ª 1974 CA Peñarol/URU 3 x 2 Borussia M’Bach/ALE
28ª 1973 Atlético Madrid/ESP 2 x 1 Spartak Trnava/TCH
27ª 1972 FC Barcelona/ESP 2 x 0 ADO Den Haag/HOL
26ª 1971 Estrela Vermelha/IUG 3 x 1 Deportivo La Coruña/ESP
25ª 1970 Ferencváros TC/HUN (4)0 x 0(2) CA San Lorenzo/ARG
24ª 1969 Deportivo La Coruña/ESP 1 x 0 CA Nacional/URU
23ª 1968 Vitória de Setúbal/POR 2 x 1 Rapid Viena/AUT
22ª 1967 Racing Ferrol/ESP 3 x 0 Celta de Vigo/ESP
21ª 1966 SE Palmeiras/BRA 2 x 0 Real Madrid/ESP
20ª 1965 Atlético de Madrid/ESP 2 x 1 Vitória de Setúbal/POR
19ª 1964 Deportivo La Coruña/ESP 4 x 0 Sporting/POR
18ª 1963 AS Monaco/FRA 3 x 2 Vasco da Gama/BRA
17ª 1962 Deportivo La Coruña/ESP 4 x 2 SL Bebfica/POR
16ª 1961 Sporting/POR 3 x 2 Stade de Reims/FRA
15ª 1960 Sevilla CF/ESP 2 x 1 Newcastle United/ING
14ª 1959 Santos FC/BRA 4 x 1 Botafogo FR/BRA
13ª 1958 CA Nacional/URU 2 x 1 CR Flamengo/BRA
12ª 1957 Vasco da Gama/BRA 4 x 2 Athletic Bilbao/ESP
11ª 1956 Atlético de Madrid/ESP 4 x 1 1. FC Colônia/ALE
10ª 1955 Deportivo La Coruña/ESP 4 x 1 Athletic Bilbao/ESP
1954 Sevilla CF/ESP 3 x 2 Helsingborgs IF/SUE
1953 Real Madrid/ESP 8 x 1 Toulouse FC/FRA
1952 Valencia CF/ESP 2 x 1 Olympique Roubaix/FRA
1951 FC Barcelona/ESP 4 x 2 Young Boys/SUI
1950 SS Lazio/ITA 3 x 1 Atlético de Madrid/ESP
1949 Racing Paris/FRA 2 x 1 Real Madrid/ESP
1948 FC Barcelona/ESP 2 x 1 FC Porto/POR
1947 Athletic Bilbao/ESP 3 x 2 Vasco da Gama/BRA
1946 Sevilla CF/ESP 3 x 2 Athletic Bilbao/ESP
• (*) Em 2003 e 2005 o torneio foi disputado em um triagular no sistema de pontos corridos
• Em 1964,1995, 2009, 2010, 2011 w 2012 não houve disputa de 3º lugar
• Em 1996, após bater por 2 x 1 o Deportivo La Coruña, o Botafogo disputou a final com a Juventus. No entanto, como ambos são alvinegros e não possuíam camisas reservas, o Glorioso usou “emprestado” o uniforme azul e branco listrado do Deportivo La Coruña.
• Os jogos terminados empatados são decididos nas penalidades.
• En 1959 disputou-se uma partida entre o Santos de Pelé e o Botafogo de Garrincha.

Taça Ciudad de Barcelona

.:: Taça Ciudad de Barcelona ::.
O Troféu Cidade de Barcelona: é um torneio amistoso de futebol, organizado anualmente pelo clube RCD Espanyol com o apoio da Prefeitura de Barcelona, que enfrenta o RCD Espanyol como uma equipe convidada. O torneio é disputado durante o mês de agosto e serve como preparação para as equipes diante as competições oficiais.
A competição foi disputada pela primeira vez em 1974. Entre 1974 e 1982 teve o formato quadrangular e disputava-se em dois dias: no primeiro dia disputavavm-se as semifinais e no segundo dia disputava-se a final entre os ganhadores das semifinais dos dias anteriores. Os perdedores das semifinais disputavavm uma partida para definir o terceiro e o quarto colocado.
Desde 1983 disputa-se uma partida única, exceto em 1995, quando disputou-se em formato de três participantes, que disputaram três partidas de quarenta e cinco minutos. A foto, acima, é do troféu colocado em disputa em 2011.
Todos os Campeões
Ano Campeão Placar Vice
41ª 2014 RCD Español/ESP (5)0 x 0(4) Genoa FC (ITA)
40ª 2013 West Ham Utd/ING 1 x 0 RCD Español/ESP
39ª 2012 RCD Español/ESP 2 x 0 Montpellier Hérault SC/FRA
38ª 2011 RCD Español/ESP 3 x 1 Boca Juniors/ARG
37ª 2010 RCD Español/ESP (6)0 x 0(5) UC Sampdoria/ITA
36ª 2009 Não Houve Disputa Não Houve Disputa
35ª 2008 RCD Español/ESP 1 x 0 Udinese Calcio/ITA
34ª 2007 RCD Español/ESP 3 x 2 Olympiacos FC/GRE
33ª 2006 RCD Español/ESP 2 x 0 SS Lazio/ITA
32ª 2005 Olympique Marselha/FRA 2 x 1 RCD Español/ESP
31ª 2004 RCD Español/ESP 2 x 0 Udinese Calcio/ITA
30ª 2003 AC Parma/ITA (4)1 x 1(3) RCD Español/ESP
29ª 2002 AC Chievo Verona/ITA (5)0 x 0(3) RCD Español/ESP
28ª 2001 RCD Español/ESP 3 x 0 Olympiacos FC/GRE
27ª 2000 RCD Español/ESP 2 x1 Newcastle United/ING
26ª 1999 Udinese Calcio/ITA (3)1 x 1(0) RCD Español/ESP
25ª 1998 RCD Español/ESP (5)0 x 0(4) Atlético de Madrid/ESP
24ª 1997 RCD Español/ESP (6)2 x 2(5) AC Milan/ITA
23ª 1996 RCD Español/ESP 2 x 1 Real Madrid CF/ESP
22ª 1995 Valencia CF/ESP 2 x 1 RCD Español/ESP
21ª 1994 AC Milan/ITA 3 x 0 RCD Español/ESP
20ª 1993 CR Vasco da Gama/BRA 3 x 1 RCD Español/ESP
19ª 1992 São Paulo FC/BRA 2 x 1 RCD Español/ESP
18ª 1991 São Paulo FC/BRA 4 x 2 RCD Español/ESP
17ª 1990 RCD Español/ESP (?)2 x 2(?) Real Madrid CF/ESP
16ª 1989 FC Barcelona/ESP 2 x 1 RCD Español/ESP
15ª 1988 Real Madrid CF/ESP 1 x 0 RCD Español/ESP
14ª 1987 RCD Español/ESP (?)2 x 2(?) VFB Stuttgart/ALE
13ª 1986 RCD Español/ESP (?)2 x 2(?) Real Madrid CF/ESP
12ª 1985 Real Madrid CF/ESP 5 x 3 RCD Español/ESP
11ª 1984 RCD Español/ESP 1 x 0 Real Madrid CF/ESP
10ª 1983 Real Madrid CF/ESP 5 x 1 RCD Español/ESP
1982 Spartak Moscou/URSS 3 x 1 RCD Español/ESP
1981 RCD Español/ESP 4 x 1 CF Puebla/MEX
1980 Real Zaragoza/ESP 3 x 0 Cruz Azul/MEX
1979 RCD Español/ESP (?)0 x 0(?) Valencia CF/ESP
1978 RCD Español/ESP 3 x 2 FC Univ.Craiova/ROM
1977 RCD Español/ESP 5 x 0 SK Rapid Viena/AUT
1976 Dinamo Moscou/URSS 1 x 0 RCD Español/ESP
1975 RCD Español/ESP 2 x 0 Estudiantes LP/ARG
1974 Slovan Bratislava/TCH 4 x 1 RCD Español/ESP
• De 1974 a 1982 o torneio foi dusputado por 4 times
• Em 1995 o torneio foi disputado por 3 times em triangular.
• Nos demais anos (de 1983) até hoje, o torneio é disputado por 2 times.
• Em 2009 o torneio não foi realizado.
• Brasileiros Participantes: Grêmio/RS (1981), São Paulo (1991/1992) e Vasco (1993).
• Brasileiros Campeões: São Paulo (em 1991 e 1992) e Vasco (em 1993)

.:: Quem Mais Venceu ::.

Todos os Ganhadores por Número de Conquistas
Clube Cidade País Taças
1 • Real Club Deportivo Espanyol Barcelona Espanha 22
2 • Real Madrid Club de Fútbol Madrid Espanha 3
3 • São Paulo Futebol Clube/SP São Paulo/SP Brasil 2
4 • Športový Klub Slovan Bratislava Bratislava Tchescolováquia 1
6 • Football Club Dynamo Moscou Moscou União Soviética 1
7 • Real Zaragoza Zaragoza Espanha 1
8 • Futebol Clube Spartak Moscou Moscou União Soviética 1
9 • Club de Regatas Vasco da Gama/RJ Rio de Janeiro/RJ Brasil 1
10 • Associazione Calcio Milan Milão Itália 1
11 • Valencia Club de Fútbol Valencia Espanha 1
12 • Udinese Calcio Udine Itália 1
13 • Associazione Calcio Chievo Verona Verona Itália 1
14 • Parma Football Club Parma Itália 1
15 • Futbol Club Barcelona Barcelona Espanha 1
16 • Olympique de Marselha Marselha França 1
17 • West Ham United Football Club Londres Inglaterra 1
• O Športový Klub Slovan Bratislava pertence, hoje, a Eslováquia.
• O Football Club Dynamo Moscou, pertence, hoje, a Rússia.
• O Football Club Spartak Moscou, pertence, hoje, a Rússia.

Trofeu Ramón de Carranza


.:: Trofeu Ramón de Carranza ::.

Poster do torneio de 2013.
Crédito da Imagem: http://www.blogsoberanoarruda.blogspot.com.br

O Troféu Ramón de Carranza é um torneio de futebol que acontece na cidade de Cádiz, na Espanha, desde 1955. É conhecido popularmente como a Taça das Taças.
O torneio é normalmente disputado por quatro equipes, o anfitrião Cádiz CF e outros três convidados, que se enfrentam em duas semi-finais, disputa do terceiro lugar e a grande final, Vasco e Palmeiras são os clubes Brasileiros que mais venceram a competição, cada um com 3 conquistas.

Todos os Campeões
Ano Campeão Placar Vice
60ª 2014 Atlético Madrid/ESP 2 x 0 UC Sampdoria/ITA
59ª 2013 FC Sevilla/ESP ? x ? Moghreb Athletic/MAR
58ª 2012 Nacional da Madeira/POR 3 x 1 Rayo Vallecano/ESP
57ª 2011 Cádiz/ESP ? x ? Málaga/ESP
56ª 2010 Espanyol/ESP ? x ? Atletico de Madrid/ESP
55ª 2009 Sevilla/ESP 1 x 0 Deportivo La Coruña/ESP
54ª 2008 Sevilla/ESP 3 x 0 Cádiz/ESP
53ª 2007 Real Bétis/ESP (4)1 x 1(3) Real Zaragoza/ESP
52ª 2006 Cádiz/ESP (5)2 x 2(4) Real Bétis/ESP
51ª 2005 Barcelona/ESP 3 x 1 Cádiz/ESP
50ª 2004 FC Sevilla/ESP 2 x 1 CF Valencia/ESP
49ª 2003 Atletico de Madrid/ESP (4)0 x 0(2) Málaga/ESP
48ª 2002 Real Mallorca/ESP (3)0 x 0(2) CF Valencia/ESP
47ª 2001 Real Bétis/ESP 6 x 1 Málaga/ESP
46ª 2000 Real Bétis/ESP 3 x 0 Cádiz/ESP
45ª 1999 Real Bétis/ESP (?)2 x 2(?) SS Lázio/ITA
44ª 1998 Deportivo La Coruña/ESP 2 x 0 Cádiz/ESP
43ª 1997 Atletico Madrid/ESP 6 x 3 Tenerife/ESP
42ª 1996 SC Corinthians/BRA 2 x 0 Real Bétis/ESP
41ª 1995 Atletico de Madrid/ESP 4 x 1 Real Bétis/ESP
40ª 1994 Cádiz/ESP (5)0 x 0(4) FC Sevilla/ESP
39ª 1993 Cádiz/ESP (?)1 x 1(?) SE Palmeiras/BRA
38ª 1992 FC São Paulo/BRA 4 x 0 Real Madrid/ESP
37ª 1991 Atletico de Madrid/ESP 2 x 1 Atlético Mineiro/BRA
36ª 1990 Atlético Mineiro/BRA 1 x 0 FC Santos/BRA
35ª 1989 Vasco da Gama/BRA 2 x 0 Nacional Montevideu/URU
34ª 1988 Vasco da Gama/BRA 2 x 1 Atletico de Madrid/ESP
33ª 1987 Vasco da Gama/BRA 2 x 0 Cádiz/ESP
32ª 1986 Cádiz/ESP (?)1 x 1(?) Real Bétis/ESP
31ª 1985 Cádiz/ESP (?)1 x 1(?) FBPA Grêmio/BRA
30ª 1984 Sporting Gijón/ESP 1 x 0 Athletic Bibao/ESP
29ª 1983 Cádiz/ESP (?)1 x 1(?) Real Bétis/ESP
28ª 1982 Real Madrid/ESP 1 x 0 Real Sociedad/ESP
27ª 1981 Cádiz/ESP 1 x 0 Sevilla/ESP
26ª 1980 CR Flamengo/BRA 2 x 1 Real Bétis/ESP
25ª 1979 CR Flamengo/BRA 2 x 0 Újpesti Dózsa/HUN
24ª 1978 Atletico de Madrid/ESP 1 x 0 CA Boca Juniors/ARG
23ª 1977 Atletico de Madrid/ESP 2 x 0 Internazionale/ITA
22ª 1976 Atletico de Madrid/ESP 1 x 0 Athletic Bilbao/ESP
21ª 1975 SE Palmeiras/BRA 3 x 1 CF Real Madrid/ESP
20ª 1974 SE Palmeiras/BRA 2 x 1 RCD Espanyol/ESP
19ª 1973 RCD Espanyol/ESP 1 x 0 Athletic Bilbao/ESP
18ª 1972 Athletic Bilbao/ESP 2 x 1 SL Benfica/POR
17ª 1971 SL Benfica/POR 3 x 0 CA Peñarol/URU
16ª 1970 CF Real Madrid/ESP 4 x 2 CA Independiente/ARG
15ª 1969 SE Palmeiras/BRA 2 x 0 CF Real Madrid/ESP
14ª 1968 Atletico de Madrid/ESP 1 x 0 FC Barcelona/ESP
13ª 1967 CF Valencia/ESP 2 x 1 CF Real Madrid/ESP
12ª 1966 CF Real Madrid/ESP 2 x 1 Torino/ITA
11ª 1965 Real Zaragoza/ESP 3 x 2 SL Benfica/POR
10ª 1964 Real Betis/ESP 2 x 0 SL Benfica/POR
1963 SL Benfica/POR 7 x 3 AC Fiorentina/ITA
1962 FC Barcelona/ESP (?)1 x 1(?) Real Zaragoza/ESP
1961 FC Barcelona/ESP 2 x 1 CA Peñarol/URU
1960 CF Real Madrid/ESP 4 x 0 Athletic Bilbao/ESP
1959 CF Real Madrid/ESP 4 x 3 FC Barcelona/ESP
1958 CF Real Madrid/ESP 2 x 0 FC Sevilla/ESP
1957 FC Sevilla/ESP 3 x 1 Athletic Bilbao/ESP
1956 FC Sevilla/ESP 3 x1 Atletico de Madrid/ESP
1955 FC Sevilla/ESP 2 x 1 Atletico Portugal/POR
# Em 1955 e 1956 apenas duas equipes disputaram o torneio.
# Referencias: www.blogdoariellex.blogspot.com.br/trofeo-ramon-de-carranza
# Referencias: www.blogsoberanoarruda.blogspot.com.br/posters

Quem Mais Venceu

Todos os Ganhadores por Número de Conquistas
Clube País Taças
1 • Club Atlético de Madrid Espanha 1981/1983/1985/1986/1993/1994/2006/2011/2014
2 • Cádiz Club de Fútbol Espanha 1981/1983/1985/1986/1993/1994/2006/2011
3 • Sevilla Fútbol Club Espanha 1955/1956/1957/2004/2008/2009/2013
4 • Real Madrid Club de Fútbol Espanha 1958/1959/1960/1966 e 1970
5 • Real Betis Balompié Espanha 1964/1999/2000/2001 e 2007
6 • Sociedade Esportiva Palmeiras/SP Brasil 1969/1974 e 1975.
7 • Club de Regatas Vasco da Gama/RJ Brasil 1987/1988 e 1989
8 • Futbol Club Barcelona Espanha 1961/1962 e 2005.
9 • Sport Lisboa e Benfica Portugal 1963 e 1971
10 • Clube de Regatas do Flamengo/RJ Brasil 1979 e 1980
11 • Real Club Deportivo Espanyol Espanha 1973 e 2010
12 • Real Zaragoza Espanha 1965
13 • Valencia Club de Fútbol Espanha 1967
14 • Athletic Club de Bilbao Espanha 1972
15 • Real Sporting de Gijón Espanha 1984
16 • Clube Atlético Mineiro/MG Brasil 1990
17 • São Paulo Futebol Clube/SP Brasil 1992
18 • Sport Club Corinthians Paulista/SP Brasil 1996
19 • Real Club Deportivo de La Coruña Espanha 1998
20 • Real Club Deportivo Mallorca Espanha 2002
21 • Clube Desportivo Nacional Portugal 2012

Os Campeões do Champions League

.:: UEFA Champions League ::.
Logo da Liga dos Campeões da UEFA
• A Liga dos Campeões da UEFA ou UEFA Champions League, que antigamente chamava-se Copa dos Clubes Campeões da Europa, é uma competição de clubes organizada pela UEFA (União Europeia de Futebol e Associações). A Liga dos Campeões da UEFA é separada da Taça UEFA.
• Originalmente conhecida como Copa dos Clubes Campeões da Europa, ou simplesmente como Taça Européia, a competição começou em 1955/1956, na forma de eliminatórias, com dois jogos, onde as equipes jogavam uma partida em casa e outra na casa do adversário. A equipa que tivesse melhores resultados passava para a próxima eliminatória.
• O formato e o nome foram mudados em 1992/1993. Com a mudança e evolução radical do sistema ao longo dos anos, a competição atualmente consiste em três fases de classificação, um estágio com disputa em grupos (onde os times jogam um contra o outro, no sistema de “ida-e-volta” e então 4 fases de finais mata-mata. Todas as fases de classificação e disputas tipo mata-mata consistem de dois jogos, exceto pela final, que é uma partida simples jogada em um local predeterminado.
• A entrada nesta competição é limitada de acordo com o coeficiente da UEFA dos últimos 5 anos, sem contar o anterior, sendo que cada confederação tem direito, pelo menos, a uma vaga na primeira ronda de classificação. Quanto melhor for o coeficiente, mais vagas abrirão; O Real Madrid CF lidera o ranking de conquistas da competição, com 9 títulos. Fonte: http://pt.wikipedia.org/

.:: Galeria de Campeões ::.
Liga dos Campeões da UEFA
Season Local Campeão Vice-Campeão
2014-15 Berlim/ALE Em Andamento Em Andamento
2013-14 Lisboa/POR Real Madrid/ESP 4 x 1 Atletico Madrid/ESP
2012-13 Londres/ING Bayern München/ALE 3 x 1 Borüsia Dortmund/ALE
2011-12 Munique/ALE Chelsea/ING 1 x 1 Bayern München/ALE
2010-11 Londres/ING Barcelona/ESP 3 x 1 Manchester United/ING
2009-10 Madrid/ESP Internazionale/ITA 2 x 0 Bayern München/ALE
2008-09 Roma/ITA Barcelona/ESP 2 x 0 Manchester United/ING
2007-08 Moscou/RUS Manchester United/ING 1 x 1 Chelsea/ING
2006-07 Atenas/GRE Milan/ITA 2 x 1 Liverpool/ING
2005-06 Sant-Dennis/FRA Barcelona/ESP 2 x 1 Arsenal/ING
2004-05 Istambul/TUR Liverpool/ING 3 x 3 Milan/ITA
2003-04 Gelsenkirchen/ALE Porto/POR 3 x 0 AS Monaco/FRA
2002-03 Manchester/ING AC Milan/ITA 0 x 0 Juventus/ITA
2001-02 Glasgow/ESC Real Madrid/ESP 2 x 1 Bayer Leverkusen/ALE
2000-01 Milão/ITA Bayern München/ALE 1 x 1 Valencia/ESP
1999-00 Saint-Dennis/FRA Real Madrid/ESP 3 x 0 Valencia/ESP
1998-99 Barcelona/ESP Manchester United/ING 2 x 1 Bayern München/ALE
1997-98 Amsterdam/HOL Real Madrid/ESP 1 x 0 Juventus/ITA
1996-97 Munique/ALE Borussia Dortmund/ALE 3 x 1 Juventus/ITA
1995-96 Roma/ITA Juventus/ITA 1 x 1 Ajax Amsterdam/HOL
1994-95 Viena/AUT Ajax Amsterdam/HOL 1 x 0 AC Milan/ITA
1993-94 Atenas/GRE AC Milan/ITA 4 x 0 Barcelona/ESP
1992-93 Munique/ALE Olymp. Marselha/FRA 1 x 0 AC Milan/ITA
Copa dos Clubes Campeões da Europa
Season Sede da Final Campeão Final Vice-Campeão
1991-92 Londres/ING Barcelona/ESP 1 x 0 Sampdoria/ITA
1990-91 Bari/ITA Estrela Vermelha/IUG 0 x 0 Olymp. Marselha/FRA
1989-90 Viena/AUT AC Milan/ITA 1 x 0 SL Benfica/POR
1988-89 Barcelona/ESP AC Milan/ITA 4 x 0 Steaua Bucaresti/ROM
1987-88 Stuttgart/ALE PSV Eindhoven/HOL 0 x 0 SL Benfica/POR
1986-87 Viena/AUT FC Porto/POR 2 x 1 Bayern München/ALE
1985-86 Sevilla/ESP Steaua Bucaresti/ROM 0 x 0 Barcelona/ESP
1984-85 Bruxelas/BEL Juventus/ITA 1 x 0 Liverpool/ING
1983-84 Roma/ITA Liverpool/ING 1 x 1 AS Roma/ITA
1982-83 Atenas/GRE Hamburgo/ALE 1 x 0 Juventus/ITA
1981-82 Roterdam/HOL Aston Villa/ING 1 x 0 Bayern Munchen/ALE
1980-81 Paris/FRA Liverpool/ING 1 x 0 Real Madrid/ESP
1979-80 Madrid/ESP Nottingham Forest/ING 1 x 0 Hamburgo/ALE
1978-79 Munique/ALE Nottingham Forest/ING 1 x 0 Malmöe/SUE
1977-78 LondresING Liverpool/ING 1 x 0 Brugge/BEL
1976-77 Roma/ITA Liverpool/ING 3 x 1 Borussia M’Bach/ALE
1975-76 Glasgow/ESC Bayern Munchen/ALE 1 x 0 Saint-Etienne/FRA
1974-75 Paris/FRA Bayern Munchen/ALE 2 x 0 Leeds United/ING
1973-74 Bruxelas/BEL Bayern Munchen/ALE 1 x 1 Atl. Madrid/ESP
1972-73 Belgrado/IUG Ajax Amsterdam/HOL 1 x 0 Juventus/ITA
1971-72 Roterdam/HOL Ajax Amsterdam/HOL 2 x 0 Internazionale/ITA
1970-71 Londres/ING Ajax Amsterdam/HOL 2 x 0 Panathinaikos/GRE
1969-70 Milão/ITA Feyenoord/HOL 2 x 1 Celtic/ESC
1968-69 Madrid/ESP AC Milan/ITA 4 x 1 Ajax Amsterdam/HOL
1967-68 Londres/ING Manchester United/ING 4 x 1 SL Benfica/POR
1966-67 Lisboa/POR Celtic/ESC 2 x 1 Internazionale/ITA
1965-66 Bruxelas/BEL Real Madrid/ESP 2 x 1 Partizan Belgrado/IUG
1964-65 Milão/ITA Internazionale/ITA 1 x 0 SL Benfica/POR
1963-64 Viena/AUT Internazionale/ITA 3 x 0 Real Madrid/ESP
1962-63 Londres/ING AC Milan/ITA 2 x 1 SL Benfica/POR
1961-62 Amsterdam/HOL SL Benfica/POR 5 x 3 Real Madrid/ESP
1960-61 Berna/SUI SL Benfica/POR 3 x 2 Barcelona/ESP
1959-60 Glasgow/ESC Real Madrid/ESP 7 x 3 Eintrach Franlfurt/ALE
1958-59 Stuttgart/ALE Real Madrid/ESP 2 x 0 Stade Reimes/FRA
1957-58 Bruxelas/BEL Real Madrid/ESP 3 x 2 AC Milan/ITA
1956-57 Madrid/ESP Real Madrid/ESP 2 x 0 AC Fiorentina/ITA
1955-56 Paris/FRA Real Madrid/ESP 4 x 3 Stade Reimes/FRA
# De 1956 à 1991 a competição chamou-se Copa dos Campeões da Europa.
# De 1992 até hoje a competição leva o nome de Liga dos Campeões da Europa.
# Na temporada de 1992/93 O Olympique de Marseille sagrou-se campeão e no ano seguinte foi impedido de participar da competição devido a corrupção na Liga Francesa, mas seu título foi mantido.
# Na temporada de 1984/85 no jogo entre Juventus x Liverpool, houve a Tragédia de Heysel, que ocorreu no final do jogo. Consequentemente, nos cinco anos seguintes, todos os clubes ingleses foram banidos das competições europeias e o Liverpool levou 6 anos de punição.
# O Estrela Vermelha é também chamado de: Red Star ou Crvena Zvezda.
# Nas temporadas: 1983/84, 1985/86, 1987/88, 1990/91, 1995/96, 2000/01, 2002/03, 2004/05, 2007/08 e 2011/12 o título foi decidido nas cobranças de penalidades.
# Na temporda 73/74 o titulo foi decidido em Jogo Extra entre Bayern Munchen e Atletico de Madrid. No 1º jogo terminou em 1-1; no 2º o Bayern venceu por 4-0.
.:: Os Maiores Campeões ::.
Os Maiores Ganhadores da Competição
Clube Cidade País Taças Vices
1 • Real Madrid Club de Fútbol • Madrid • Espanha 10 3
2 • Associazione Calcio Milan • Milão • Itália 7 4
3 • Liverpool Football Club • Liverpool • Inglaterra 5 2
4 • Fussball-Club Bayern München • Munique • Alemanha 5 5
5 • Futbol Club Barcelona • Barcelona • Espanha 4 3
6 • Amsterdamsche Football Club Ajax • Amsterdam • Holanda 4 2
7 • Manchester United Football Club • Manchester • Inglaterra 3 2
8 • Football Club Internazionale Milano • Milão • Itália 3 2
9 • Sport Lisboa e Benfica • Lisboa • Portugal 2 5
10 • Juventus Football Club • Turim • Itália 2 5
11 • Nottinghamn Forest Football Club • Nottinghamn • Inglaterra 2 0
12 • Futebol Clube do Porto • Porto • Portugal 2 0
13 • Celtic Football Club • Celtic • Escócia 1 1
14 • SC Fotbal Club Steaua București • București • Romênia 1 1
15 • Olympique de Marseille • Marseille • França 1 1
16 • Chelsea Football Club • Londres • Inglaterra 1 1
17 • Ballspiel-Verein Borussia Dortmund • Dortmund • Alemanha 1 1
18 • Philips Sport Vereniging – PSV • Eindhoven • Holanda 1 0
19 • Fudbalski klub Crvena Zvezda • Belgrado • Iugoslávia 1 0
20 • Aston Villa Football Club • Birmingham • Inglaterra 1 0
21 • Futebol Clube do Porto • Porto • Portugal 1 0
22 • Hamburger Sport-Verein • Hamburgo • Alemanha 1 0
23 • Feyenoord Rotterdam • Rotterdam • Holanda 1 0
24 • Philips Sport Vereniging • Eindhoven • Holanda 1 0
• O Bayern Munchen pertencia a Alemanha Ocidental e hoje pertence a Alemanha Unificada..
• O Estrela Vermelha ou Red Star pertencia a ex-Iugoskávia e hoje pertence a Sérvia.
.:: Artilheiros ::.
Os Principais Artilheiros da Competição
Season Artilheiro Time Gols
2013-14 • Cristiano RONALDO (POR) • Real Madrid/ESP 17
2012-13 • Cristiano RONALDO (POR) • Real Madrid/ESP 12
2011-12 • Lionel Andrés MESSI (ARG) • FC Barcelona/ESP 14
2010-11 • Lionel Andrés MESSI (ARG) • FC Barcelona/ESP 12
2009-10 • Lionel Andrés MESSI (ARG) • FC Barcelona/ESP 8
2008-09 • Lionel Andrés MESSI (ARG) • FC Barcelona/ESP 9
2007-08 • Cristiano Ronaldo dos Santos (POR) • Manchester United/ING 8
2006-07 • Ricardo Izecson Leite “Kaká” (BRA) • AC Milan/ITA 10
2005-06 • Andriy Shevchenko (UCR) • AC Milan/ITA 9
2004-05 • Ruud Van Nistelrooy (HOL) • Manchester United/ING 8
2003-04 • Fernando Morientes (ESP) • AS Monaco/FRA 9
2002-03 • Ruud Van Nistelrooy (HOL) • Manchester United/ING 12
2001-02 • Ruud Van Nistelrooy (HOL) • Manchester United/ING 10
2000-01 • Mário JARDEL Almeira Ribeiro (BRA)
• Raúl González (ESP)
• Galatasaray/TUR
• Real Madrid/ESP
8
8
1999-00 • RIVALDO Vítor Borba Ferreira (BRA)
• Mário JARDEL Almeira Ribeiro (BRA)
• Raúl González (ESP)
• Serhiy Rebrov (UCR)
• FC Barcelona/ESP
• Galatasaray/TUR
• Real Madrid/ESP
• Dinamo Kiev/UCR
10
10
10
10
1998-99 • Andriy Shevchenko (UCR)
• Dwight Eversley YORKE (TTB)
• Dinamo Kiev/UCR
• Manchester United/ING
8
8
1997-98 • Alessandro Del Piero (ITA) • Juventus/ITA 10
1996-97 • Ally McCoist (ESC) • Glasgow Rangers/ESC 6
1995-96 • Jari Litmanen (FIN) • Ajax Amsterdam/HOL 9
1994-95 • George Weah (LIB) • Paris St, Germain/FRA 8
1993-94 • Ronald Koeman (HOL)
• Wynton Rufer (NZL)
• Barcelona/ESP
• Werder Bremen/ALE
8
8
1992-93 • ROMÁRIO de Souza Faria (BRA) • PSV Eindhoven/HOL 7
Copa dos Clubes Campeões da Europa
Season Artilheiro Time Gols
1991-92 • Jean-Pierre Papin (FRA)
• Serhiy Yuran (URSS)
• Olympique Marselha/FRA
• SL Benfica/POR
7
7
1990-91 • Jean-Pierre Papin (FRA)
• Peter Pacult (AUT)
• Olympique Marselha/FRA
• Tirol Innsbruck/AUT
6
6
1989-90 • Jean-Pierre Papin (FRA)
• ROMÁRIO de Souza Faria (BRA)
• Olympique Marselha/FRA
• PSV Eindhoven/HOL
6
6
1988-89 • Marcel “Marco” van Basten (HOL) • AC Milan/ITA 10
1987-88 • José RUI Lopes ÁGUAS (POR)
• Jean-Marc Ferreri (FRA)
• Alistair “Ally” Murdoch McCOIST (ESC)
• José Miguel González “MICHEL” (ESP)
• Gheorghe Hagi (ROM)
• Rabah Madjer (ALG)
• SL Benfica (POR)
• Girondins Bordeaux (FRA)
• Glasgow Rangers (ESC)
• Real Madrid (ESP)
• Steaua Bucaresti (ROM)
• FC Porto (POR)
4
4
4
4
4
4
1986-87 • Borislav Cvetković (IUG) • Estrela Vermelha/IUG 7
1985-86 • Torbjörn Nilsson (SUE) • IFK Göteborg/SUE 6
1984-85 • Michel François PLATINI (FRA)
• Torbjörn Nilsson (SUE)
• Juventus/ITA
• IFK Göteborg/SUE
7
7
1983-84 • Viktor Sokol (URSS) • Dinamo Misnk/URSS 6
1982-83 • Paolo Rossi (ITA) • Juventus/ITA 6
1981-82 • Dieter Hoeness (ALE) • Bayern Munchen/ALE 7
1980-81 • Karl-Heinz Rummenigge (ALE)
• Terry McDermott (ING)
• Graeme James SOUNESS (ESC)
• Bayern Munchen/ALE
• Liverpool/ING
• Liverpool/ING
6
6
6
1979-80 • Søren Lerby (DIN) • Ajax Amsterdam/HOL 10
1978-79 • Claudio Sulser (SUI) • Grasshopper/SUI 11
1977-78 • Allan Rodenkam SIMONSEN (DIN) • Borussia M’Bach/ALE 5
1976-77 • Franco Cucinotta (ITA)
Gerhard “Gerd” Müller (ALE)
• FC Zurique/SUI
• Bayern Munchen/ALE
5
5
1975-76 • Josef “Jupp” Heynckes (ALE) • Borussia M’Bach/ALE 6
1974-75 • Gerhard “Gerd” Müller (ALE)
• Eduard Artyomovich MARKAROV (URSS)
• Bayern Munchen/ALE
• Ararat Erevan/URSS
5
5
1973-74 • Gerhard “Gerd” Müller (ALE) • Bayern Munchen/ALE 8
1972-73 • Gerhard “Gerd” Müller (ALE) • Bayern Munchen/ALE 12
1971-72 • Hendrik Johannes “Johan” Cruijff (HOL)
• Antal Dunai (HUN)
• Lou Macari (ESC)
• Silvester Takač (IUG)
• Ajax Amsterdam/HOL
• Újpest/HUN
• Celtic/ESC
• Standard Liège/BEL
5
5
5
5
1970-71 • Antonis Antoniadis (GRE) • Panathinaikos/GRE 10
1969-70 • Mick Jones (ING)
• Ove Kindvall (SUE)
• Leeds United/ING
• Feyenoord/HOL
8
8
1968-69 • Denis Law (ESC) • Manchester United/ING 9
1967-68 • EUSÉBIO da Silva Ferreira (POR) • SL Benfica/POR 6
1966-67 • Paul van Himst (BEL)
• Jürgen Piepenburg (Al.Or)
• Anderlecht/BEL
• Vorwärts Berlim/ALE.OR
6
6
1965-66 • EUSÉBIO da Silva Ferreira (POR)
• Flórián Albert (HUN)
• SL Benfica/POR
• Ferencváros/HUN
7
7
1964-65 • EUSÉBIO da Silva Ferreira (POR)
• José Augusto TORRES (POR)
• SL Benfica/POR
• SL Benfica/POR
9
9
1963-64 • Vladica Kovačević (IUG)
• Alessandro “Sandro” Mazzola (ITA)
• Ferenc PUSKÁS Biró (HUN)
• Partizan Belgrado (IUG)
• Internazionale (ITA)
• Real Madrid (ESP)
7
7
7
1962-63 • José João ALTAFINI (BRA/ITA) • AC Milan/ITA 14
1961-62 • Heinz Strehl (ALE) • Nuremberg/ALE 8
1960-61 • José Pinto de Carvalho Santos ÁGUAS (POR) • SL Benfica (POR) 12
1959-60 • Ferenc PUSKÁS Biró (HUN) • Real Madrid/ESP 10
1958-59 • Just FONTAINE (FRA) • Stade Reims/FRA 10
1957-58 • Alfredo Stéfano DI STÉFANO (ARG) • Real Madrid/ESP 10
1956-57 • Dennis Sydney VIOLLET (ING) • Manchester United/ING 9
1955-56 • Miloš Milutinović (IUG) • Partizan Belgrado/IUG 8
# Os jogadores José Águas e Eusébio nasceram, respectivamente, em Angola e Moçambique, que seriam possessões portuguesas até 1975. Também vindo de uma dependência lusitana é Cristiano Ronaldo, nascido na Ilha da Madeira.
# Os ex-iugoslavos Milutinović, Kovačević e Katač são sérvios, assim como os times do Partizan e do Estrela Vermelha; Cvetković é croata.
# Dentre os ex-soviéticos, Markarov é azerbaijano de origem armênia que jogava em clube armênio (o Ararat Erevan); Sokal e seu clube (Dínamo Minsk) são bielorrussos; e Yuran, ucraniano (mas jogou pela Rússia), sendo que a URSS de desintegrou quando a edição em que foi artilheiro estava em andamento.
# O Estrela Vermelha também é chamado de: Red Star e Crvena Zvezda.
.:: Recordistas ::.
Os Recordistas de Gols da Competição
Atleta País Gols Jogos Período
1 • Lionel Andrés MESSI • Argentina 74 91 2004-Hoje
2 • RAÚL González Blanco • Espanha 71 144 1995-2012
3 • Cristiano RONALDO • Portugal 71 111 2002-Hoje
4 • Ruud van NISTELROOY • Holanda 60 81 1998-2009
5 • Andriy SHEVCHENKO • Ucrânia 59 116 1994-2011
6 • Thierry HENRY • França 51 115 1997-2010
7 • Filippo “Pippo” INZAGHI • Itália 50 85 1997-2010
8 • Alfredo DI STÉFANO • Argentina 49 58 1955-1964
9 • EUSÉBIO da Silva Ferreira • Portugal 47 64 1961-1974
10 • Didier DROGBA • Costa do Marfim 44 93 2003-Hoje
# Atializado até 25 de novembro de 2014
Os Recordistas de Jogos da Competição
Atleta País Jogos Gols Período
1 • Ryan Joseph Willson GIGGS • País de Gales 151 29 1993-2013
2 • Xavier “XAVI” Hernández • Espanha 150 12 1998-Hoje
3 • Iker CASILLAS Fernández • Espanha 146 0 1999-Hoje
4 • RAÚL González Blanco • Espanha 144 71 1995-2012
5 • Paolo Cesare MALDINI • Itália 141 3 1985-2009
6 • Clarence Clyde SEEDORF • Holanda 131 12 1992-2012
7 • Paul Aaron SCHOLES • Inglaterra 130 25 1994-2013
8 • ROBERTO CARLOS da Silva • Brasil 128 17 1996-2012
9 • Carles PUYOL i Saforcada • Espanha 120 2 1999-2013
10 • Andriy Mykolayovych SHEVCHENKO • Ucrânia 116 59 1994-2012
# Jogadores em Atividade: Xavi Hernández, Paul Scholes e Iker Casillas;

.:: Curiosidades da Liga dos Campeões ::.

• Francisco Gento é o único jogador a ganhar seis taças.
• Clarence Seedorf é o único jogador a ganhar troféus por três clubes diferentes:
o Ajax de Amsterdã em 1995
o Real Madrid em 1998
o AC Milan em 2003 e 2007.
• A cidade de Milão, Itália, é a unica a vencer com dois clubes diferentes: Inter e Milan (Os dois clubes já venceram 9 taças no total)
• Apenas 4 clubes foram campeões de forma invicta: Inter Milão (1964) e Ajax de Amsterdã (1972), com 7 vitórias e 2 empates; Manchester United (1999), com 5 vitórias e 6 empates; Barcelona (2006) com 9 vitórias e 4 empates e o Manchester United novamente em 2008 com 10 vitórias e 3 empates.
• Sir Alex Ferguson foi o único técnico a ganhar dois troféus de forma invicta (1999 e 2008, ambos com o Manchester United)
• Real Madrid tem o recorde de participações consecutivas na Copa dos Campeões, com 15, de 1955/56 a 1969/70.
• Benfica e Juventus são os clubes com mais finais perdidas, 5 cada um.
• Só três vezes na final estiveram presente dois clubes do mesmo país: Real Madrid 3×0 Valência (1999/00), AC Milan 0×0 Juventus (2002/03) e Manchester United 1×1 Chelsea (2007/2008).
• Na longa história da Taça, só 4 vezes existiram derby entre equipes da mesma cidade:
o 1958/59 Real Madrid vs Atlético de Madrid (semi-finais)
o 2002/03 Internazionale (Milão) vs A.C. Milan (semi-finais)
o 2002/03 Arsenal vs Chelsea (quartas-de-finais)
o 2004/05 Internazionale vs A.C. Milan (quartas-de-finais) – A segunda abandonou por causa de disturbios com os adeptos do Inter.
• Manchester United, Celtic e PSV Eindhoven são os únicos clubes a conseguir uma “tríplice coroa” – ganhar o campeonato nacional, a taça nacional e a Liga dos Campeões. O Manchester United conseguiu na temporada de 1998/99, além da Taça Intercontinental também conhecida como Mundial Interclubes. O Celtic além das três competições, ainda venceu a taça de Glasgow e a taça da liga Escocesa no ano de 1966/67. Em 1987/88 foi a vez do PSV conseguir este feito.
• Ajax de Amsterdã foi invencível na Liga dos Campeões durante vinte partidas, desde 1985/86 a Março de 1996.
• Em 2002/03 a semifinal entre os rivais de Milão, AC Milan e Inter foi a primeira vez em que ambos os jogos a duas mãos foram no mesmo estádio, San Siro. Esta situação repetiu-se em 2004/05, na fase de quartas-de-final.
• Apenas duas pessoas venceram o Liga dos Campeões no mesmo clube como jogador e depois como treinador. Miguel Muñoz do Real Madrid conseguiu como jogador em 1955/56 e 1956/57 e depois como treinador em 1966/67. Em 1988/89 e 1989/90 foi a vez do então jogador do AC Milan, Carlo Ancelotti, que venceu também em 2002/03 e 2006/07 como treinador.
• Apenas cinco pessoas venceram a liga dos campeões como jogador e treinador. Além de Miguel Muñoz e Carlo Ancelotti citados acima, também conseguiu essa façanha Johan Cruyff (como jogador foi tri-campeão 1970/71, 1971/72 e 1972/73 pelo Ajax e como técnico foi campeão em 1991/92 pelo Barcelona) o italiano Giovanni Trapatoni (como jogador foi campeão pelo Milan nos anos 60 e como tecnico foi campeão pela Juventus)e o holandes Frank Rijkaard como jogador do Milan foi campeão em 1988/89 e 1989/90 e como treinador com Barcelona em 2005/2006.
• Cesare Maldini e o seu filho Paolo Maldini são os únicos pai e filho a capitanear a mesma equipe a vencer a competição. Cesare liderou o AC Milan em 1962/63, e o Paolo em 2002/03 e 2006/07.
• A música que dá na televisão no início da competição é de Tony Britten, baseado no hino de coroação “Zadok the Priest”, de George Frideric Handel, e conta com a actuação do Chorus of the Academy of St. Martin in the Fields e da Royal Philharmonic Orchestra.
• Ottmar Hitzfeld e Ernst Happel são os únicos treinadores na história da competição a vencer a Liga dos Campeões em clubes diferentes.
• Olympique de Marselha foi o primeiro clube a vencer a competição com o novo formato em 1993.
• Manchester United foi o primeiro vencedor do torneio sem ter ganho no ano anterior o campeonato nacional (ficaram em segundo atrás do Arsenal).
• Nottingham Forest é o único a ter ganho a competição, e ter sido rebaixado para fora das duas mais importantes ligas do seu país (rebaixado para a 3ª divisão).
• O time alemão do Bayer Leverkusen é o único time que chegou a final da Liga dos Campeões sem nunca ter ganho a Liga do seu próprio país.
• O FC Porto é a equipe portuguesa com mais presenças na Liga dos Campeões desde que esta passou a ser denominada assim (desde 1992/93), falhando as épocas 1994/95 e 2002/03, ano em que venceu a Taça UEFA.
• Em termos absolutos, o Benfica, com 27 presenças, é a equipe portuguesa com mais presenças em toda a história da competição. O FC Porto com 24 presenças, o Sporting com 15, o Boavista com 3 e o Vitória de Guimarães com 1, são as restantes equipas que já participaram na Taça/Liga dos Campeões.
• AC Milan e Liverpool, cada qual conquistou 2 de seus respectivos títulos em uma mesma cidade/estádio: AC Milan (1993/94 e 2006/07), no Estádio Olímpico, em Atenas; e Liverpool (1976/77 e 1983/84), no Estádio Olímpico, em Roma.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 92 outros seguidores